Diferenças entre Governança, Gestão e Gerenciamento

2 de fevereiro de 2022
Adriano Martins Antonio

Hoje em dia, vemos que o mundo dos negócios está mais dinâmico, constantemente se modificando e cada vez mais competitivo, não é mesmo?

Dessa forma, uma tendência na organização é a aplicação da Governança, Gestão e Gerenciamento de TI. 

Ou seja, são três ideias que têm como objetivo potencializar a produtividade e facilitar a vida das empresas para que elas alcancem bons resultados.

Entenda o que são esses três conceitos, como a Governança, Gestão e Gerenciamento funcionam na área de Tecnologia da Informação para que você enxergue suas diferenças.

O que é Governança de TI?

De modo geral, é possível definir a Governança de TI como uma parte do sistema que garante que as condições, necessidades e opções das partes interessadas sejam avaliadas com o intuito de determinar objetivos corporativos equilibrados.

Isto é, a intenção é definir a direção por meio de priorizações e tomadas de decisão, além de fazer o monitoramento do desempenho e conformidade com a direção e os objetivos anteriormente estabelecidos.

É necessário entender que os objetivos de TI estão interligados com os objetivos corporativos: eles são gerenciados, melhorados, pedidos e atualizados de forma contínua.

A Governança possui três práticas: Avaliar, Direcionar e Monitorar (EDM – Evaluate, Direct e Monitor). Além disso, a Governança espera pelo feedback da Gestão, afinal esta precisa seguir as diretrizes para atingir as necessidades do negócio.

Avaliando as informações prestadas pela Gestão (e por outras fontes), a Governança fica capaz de direcionar a atuação da Gestão com as estratégias que devem ser seguidas, bem como exercer o controle sobre ela.

Portanto, a Governança de TI é quem direciona, quem avalia, quem dirige, quem monitora, quem manda (toma decisões), quem vem acima.

Em resumo, a função da Governança é realizar:

  • Avaliação e determinação de objetivos balanceados que a organização deve alcançar;
  • Direcionamento através da priorização e tomada de decisão;
  • Monitoramento do desempenho, conformidade e progresso com base na direção e objetivos combinados.

Tais definições são provenientes diretamente do COBIT 5, que veio da norma internacional de governança ISO 38500.

O que é Gestão de TI?

Por outro lado, podemos explicar a Gestão de TI como a parte responsável pelo planejamento, desenvolvimento, execução e monitoramento das atividades.

Como o modelo do COBIT 5 explica, a Gestão de TI está em consonância com a direção definida pelo órgão de governança para atingir os objetivos corporativos. 

O COBIT classifica a Gestão em quatro domínios: Planejar, Construir, Executar e Monitorar.

No ato de planejar, o foco é alinhar, planejar e organizar. A Gestão de TI irá construir, adquirir e implementar os projetos, para que se execute as atividades em termos de entrega, serviço e suporte. E, por último, o monitoramento das atividades envolve a avaliação e análise para que elas caminhem de acordo com os objetivos da empresa.

Para entender a diferença entre a Governança e Gestão de TI, basta pensar no seguinte: a Governança é de responsabilidade dos executivos, enquanto que a Gestão é de responsabilidade dos gestores.

Em suma, a Gestão de TI é quem vem para materializar a Governança, é quem executa, planeja e monitora. O nível de esforço é extremamente maior, pois a execução do processo de trabalho exige a implantação sistemática de planejamento das atividades para alcançar os objetivos propostos pela organização.

Enquanto a Governança visualiza a efetividade e economicidade, a Gestão foca na eficácia e eficiência.

O que é Gerenciamento de TI?

Por último, o Gerenciamento de TI tem como responsabilidade o planejamento, construção, execução e monitoramento das atividades que estão alinhadas com a direção definida pela Governança.

Nesse caso, permanece a mesma ideia: alcançar os objetivos estabelecidos pela organização.

Da mesma maneira que na Gestão de TI, o Gerenciamento trabalha com os princípios de planejamento, construção e execução.

O Gerenciamento de TI é estratégico, pois sua abordagem visa projetar e administrar a maneira como a empresa lida com a área de Tecnologia da Informação.

Claro, é importante lembrar que se deve melhorar a eficiência durante todo o ciclo de vida do serviço, podendo se dar através do uso de inúmeros processos dedicados, como é o caso do gerenciamento de serviços, gerenciamento de mudanças, entre outros.

Ainda, o Gerenciamento de TI tende a melhorar a eficiência de outros aspectos, como, por exemplo, da segurança, suporte, entrega e planejamento de TI.

Com essa intenção em mente, alia-se o gerenciamento de serviços ao ITIL, o conhecido padrão que rege as boas práticas para a Governança de TI. Graças ao ITIL, as empresas permanecem trabalhando com segurança e nos conformes, além de manter a otimização e até reduzindo desperdícios.

Conclusão

Qualquer empresa que usa TI e a informação para tocar o negócio precisa estar atento para os conceitos de Governança, Gestão e Gerenciamento.

Governança de TI vale para qualquer um que possui informações digitalizadas. E quem não possui atualmente, não é?

Independentemente do nome dado, o significado de Governança não está ultrapassado. E ele não está apenas relacionado com grandes empresas. Ela vale para todas, seja qual for o porte e tipo de empreendimento. 

Lembre-se: a Governança se preocupa com o que fazer. A Gestão se preocupa com o “como” – o planejamento.

Enfim, tem dúvidas sobre o assunto? Deixe nos comentários e sempre acesse o blog para ler os outros textos publicados.

Blog

O que são ataques de criptografia?

A criptografia é um método de armazenamento e transmissão de dados de uma forma específica para que apenas os destinatários possam lê-los e processá-los.  Dessa

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine Minha Newsletter

Fique por dentro das novidades e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.