8 motivos pelos quais seu projeto com Agile está falhando

28 de junho de 2021
Adriano Martins Antonio

O Agile está na boca do povo. Muitas empresas estão usando métodos ágeis para os seus projetos, seja por meio do Scrum, XP, Kanban, entre outros que já existem por aí. Aliás, eu mesmo utilizo o Scrum pro meu trabalho no dia-a-dia.

Homem olhando um quadro kanban

Mas enfim, talvez, por essa grande tendência, os erros em projetos com método ágil vêm se multiplicando. No caso do Scrum, por exemplo, muitas empresas acham que adotá-lo é simplesmente utilizar um board para organizar as tarefas e se reunir todos os dias de manhã. Existem outras que nem conhecem o conceito de Histórias do Usuário. Aí fica complicado!

Implementar o Ágil, na realidade, exige uma grande mudança de cultura, e isso é realmente desafiador. Até por isso, um Agile Coach, por exemplo, é um profissional cada vez mais valorizado.

Então, como lidar com as possíveis frustrações ao experimentar esse tipo de trabalho? É o que vou contar nesse artigo, listando 8 motivos pelos quais o seu projeto com método ágil está falhando!

1. Equipe que não aceita a metodologia ágil

Tá aí um problema que é comum enfrentarmos não apenas na gestão de projetos ágeis, como em qualquer outro que adota algum tipo de framework.

As equipes precisam ter uma boa noção do conceito de ágil, e é ainda mais necessário pensar em uma campanha de conscientização dessas práticas. Afinal, para que o resultado seja de sucesso na adoção do ágil, precisamos de comprometimento!

2. Falha na Liderança

Mas claro que a responsabilidade pelo sucesso ou fracasso da implementação de uma metodologia ágil não está apenas na equipe operacional. Na verdade, a liderança possui um papel crucial!

E quando eu digo liderança, não estou me referindo apenas à alta direção, como também a alguém que desempenha um papel de líder na gestão de projetos Ágil, como um Scrum Master, por exemplo.

É importante se certificar de que a pessoa que você escolheu como “líder” daquele projeto é alguém realmente que seja capaz de liderar, supervisionar e gerenciar o acompanhamento das tarefas.

3. Falta de comunicação com os stakeholders

Estamos falando de mais um problema que não acontece só no Ágil. Se você não se comunica com os stakeholders, você não sabe quais são suas necessidades.

Porém, é importante deixar claro também que alguns stakeholders nem sempre são muito objetivos nesse sentido. Por isso, aqui vai uma sugestão: pense em um plano de comunicação sólido!

4. Não aprender com os erros

Sucesso e fracasso são duas possibilidades quando falamos de projetos. Porém, no segundo caso, nem todo mundo enxerga esse momento como a hora de aprender e melhorar.

Um dos grandes benefícios dos métodos ágeis é o foco no aprendizado constante, das pessoas e equipe como um todo.

Então, se aquele projeto que você esteve trabalhando foi “pro buraco”, lembre-se que essa é a hora de verificar o que está dando errado. Afinal, melhoria contínua é sempre importante!

Aliás, lembre-se de implementar reuniões que olhem para o trabalho desempenhado em um período específico de tempo, como as Reuniões de Retrospectiva do Scrum.

5. Mudanças excessivas no Backlog

As metodologias ágeis são ótimas para projetos com escopos não tão bem definidos, já que nesse tipo de trabalho geralmente realizamos entregas em pequenas iterações. 

Entretanto, é preciso ter em mente que isso não é carta branca para mudanças excessivas no Backlog da Sprint, ou qualquer outra lista que você tenha construído para saber o que precisa ser feito.

Então, sempre gaste um tempo construindo o que vai nesse Backlog antes de dar andamento no trabalho. Assim, as pessoas não se sentirão confusas em relação ao que precisa ser entregue.

6. Ter adotado o Agile somente por “modinha”

É importante dizer que o Ágil nem sempre precisa ser implementado. Se uma metodologia tradicional, como o waterfall, já está funcionando bem, para que mudar em time que está ganhando?

Outro ponto em relação a adotar o Ágil somente porque outras empresas trabalham dessa forma, é que nem sempre o time vai ter maturidade para trabalhar dessa forma.

Além disso, há o risco nesse sentido de tentar uma implementação sem conhecer conceitos importantes do Ágil, como o das Sprints e das Histórias de Usuário.

Antes de adotar algum framework ágil, reflita se é realmente necessário.

7. Falta de automação

Algumas metodologias ágeis, como o Scrum, não falam nada sobre automação. Por outro lado, se você está trabalhando com o XP, onde muitas das suas práticas dependem de tecnologias, e não investiu em automação, o risco dos projetos falharem é grande.

Não investir na automação significa não ter capacidade para repetições de atividades e de testes, aumentando o esforço do projeto. 

De qualquer forma, quero deixar claro que essa falha em relação às metodologias ágeis vale para aquelas onde a automação tem um papel importante, ok?

8. Falta de apoio para a mudança cultural

As metodologias ágeis estão intimamente ligadas com a flexibilidade para mudanças, sendo a principal delas a cultural. Por isso, adotar um framework ágil pode ser ainda mais difícil em empresas com um mindset tradicional.

Para que essa transição seja mais tranquila, é importante que a liderança sênior tenha participação na transformação dessa cultura.

Conclusão

Como você pôde ver, os motivos para que um método ágil fracasse variam, e vão desde a gestão até a própria capacidade da empresa.

Nesse caso, a melhor resposta para isso é refletir se você está caindo em algum desses erros, ou se o Ágil é adequado para a sua empresa.

Para encerrar, confira o artigo abaixo, uma lista com gigantes da indústria que utilizam o Ágil de forma positiva:

👉Tio Adriano indica: 10 empresas que mandam bem ao escalar o Ágil

E claro, se você tiver alguma dúvida, deixe nos comentários. Se você conhece algum outro motivo pelo qual os métodos ágeis falham, também não deixe de comentar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine Minha Newsletter

Fique por dentro das novidades e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.